LITERACIAS

DIGITAIS

HISTÓRICAS

NO ENSINO

REELABORAÇÃO

Capacidade de criar novos significados e interpretações combinando informações préexistentes

Capacidade de mobilizar saberes circulantes na sociedade construindo novos conhecimentos

Partir do conhecimento prévio do aluno para desenvolver a construção do conhecimento histórico

JUSTAPOSIÇÃO

Saber utilizar estratégias de busca de informação e construção do conhecimento de forma não linear

Saber utilizar estratégias de pesquisa, construindo um pensamento que supera a história como verdade única e constrói noção de temporalidade simultânea.

Entender que a História tem várias perspectivas, mas estas devem buscar aproximação com a verdade, plausibilidade. entender que outras sociedades vivem outras temporalidades.

CRÍTICA

Habilidade de filtrar, interpretar, avaliar e selecionar a informação de maneira crítica, de identificação das informações falsas, desnecessárias e parciais.

Habilidade de filtrar, interpretar, avaliar e selecionar a informação de maneira crítica, de identificação das informações falseadas, relativistas, preconceituosas e parciais.

Saber que a História se utiliza de uma metodologia própria de interpetação e análise de fontes históricas. Não se utiliza de meras opiniões.

IMAGÉTICA

Aptidão para entender as instruções e mensagens visuais, o que exige aprendizado sincrônico, memória visual, pensamento intuitivo e associativo

Aptidão para analisar documentos históricos que exige a mobilização de conhecimentos históricos, capacidade de crítica e pensamento associativo.

Compreender que cada fonte histórica tem sua natureza e que a imagética é a mais condizente com a nossa cultura e deve ser tratada como qualuqer outra fonte histórica

SOCIOEMOCIONAL

Capacidade de crítica, de análise, de interatividade, de diálogo

Capacidade de argumentar, de expor opiniões e debater ideias e de compreender o outro.

Capacidade de apresentar uma narrativa histórica coerente, através de múltiplas linguagens, considerando que deve interagir com o outro por meio do debate, da controvérsia estruturada.