Consciência Histórica Tradicional

Tabela das Consciências

As tradições também são indispensáveis na orientação para a vida prática. Para Rüsen, não há um julgamento negativo quanto às tradições. Mas em outros vários textos, discutirá quais práticas culturais podem ser consideradas "mais válidas que outras".  Se você escolheu este tipo de consciência, considerou que o que aconteceu no passado, o acordo firmado (ORIGEM da história), é decisivo para orientar suas práticas. Você não quis romper com o passado.
Rüsen trabalha com o conceito de DIVERSIDADE dentro da UNIDADE. Este tipo de pensamento NÃO É CONTRADITÓRIO, é um pensamento SISTÊMICO  ou COMPLEXO em que NÃO EXISTE DICOTOMIA ou DUALISMO, mas um MOVIMENTO TENSIONAL E RECURSIVO, que não descarta uma coisa a favor da outra.
Outros que trabalham na mesma perspectiva: Boaventura de Souza Santos; Edgar Morin; Roger Chartier; Durval Albuquerque Junior.

EXPERIÊNCIA DO TEMPO    Origem e repetição de um modelo e de vida obrigatória. Isto não quer dizer que este tipo de sociedade não muda!!! 

FORMAS DE SIGNIFICAÇÃO HISTÓRICA    Permanência dos modelos culturais e de vida na mudança temporal

ORIENTAÇÃO DA VIDA EXTERIOR    Afirmação das ordens preestabelecidas por acordo ao redor de um modelo de vida comum e válido para todos

ORIENTAÇÃO DA VIDA INTERIOR    Sistematização dos modelos culturais e de vida por imitação

RELAÇÃO COM VALORES MORAIS    A moralidade é um conceito preestabelecido de ordens obrigatórias; a validade moral é inquestionável. Estabilidade por tradição.

RELAÇÃO COM O RACIOCÍNIO MORAL    A razão subjacente aos valores é um suposto efetivo que permite o consenso sobre questões morais

Todas as religiões tem seus rituais

(tradições)

Comunidade Indígena

Algumas rotinas da escola permanecem

Dança Gaúcha

Cerimônia do Chá no Japão

Comunidade Amish